0

Momento sabático

O ano de 2010 foi maravilhoso tanto do ponto de vista pessoal quanto profissional na minha carreira. Eu tive a oportunidade de concluir antes do mesmo do final do ano todos os objetivos traçados com sucesso. Aos que me conhecem mais próximo sabem que não tenho medo de trabalho. No ano de 2011 completa praticamente 10 anos do meu primeiro projeto em São Paulo representando um grande marco para min pela grande conquista alcançada prosseguindo de diversas outras entregas além de palestras nos principais eventos e publicação de um livro que foi outro grande sonho.

 

Nesse ano visitei várias cidades do Brasil seja para palestrar, realizar treinamentos ou trabalhar em clientes na consultoria. Chegou ao ponto de visitar 04 estados em um mês com uma agenda de bate e volta. Esse tour em aeroportos acaba cansando um pouco, mas nunca desanimando e desviando do desejo de fazer. A minha maior recompensa é justamente receber um muito obrigado despois de uma palestra ou trabalho em cliente. Eu descobri que podia ajudar muita gente compartilhando conhecimento e dando dicas para amplificar o potencial e isso muito me motiva. Meus clientes são felizes e indicam para outros projetos. Isso é muito importante para o sucesso de qualquer atividade.

 

Um dos trabalhos que mais tenho feito é justamente alinhar a tecnologia e o ciclo de desenvolvimento de software com motivação dos profissionais. Não adianta investir em máquinas e lidar com as pessoas como se fosse um recurso tipo um Datashow. Eu consegui propagar durante minhas visitas toda essa nova cultura provocando pequenas revoluções muitas das vezes silenciosas, mas de grande impacto no individuo e nas empresas. Milhares de boas sementes foram plantadas e vão render muito resultando em uma nova estratégia na gestão e no relacionamento com as pessoas.

 

Uma de minhas visões para 2010 no planejamento era justamente ampliar a área de atuação nacionalmented da empresa aplicando um conceito de “Geo Coverage”  resultando na conquista de Market Share em meu segmento de atuação usando braços locais de apoio. Sempre aprendo muito observando estratégias ficando de olho em grandes companhias como: Microsoft,  Google, Facebook, Amazon  e é claro Apple procurando entender os pontos mais inteligentes e ágeis em seus segmentos para transformar em algo e mudar o meu dia a dia.

 

Outra fonte frequente de conhecimento é a 37signals com seu modelo otimizado de gestão e forte cultura corporativa. Algo que observei bastante também na Zappos que foi comprada pela Amazon. Amazon considero a nave mãe do conceito e-Commerce e relacionamento estruturado de vendas pela internet valendo uma vista frequente apenas para observar o comportamento e ofertas personalizadas bem  como o padrão americano de vender.

Com o tempo nós crescemos e as braçadas passam a alcançar a praia mais rápido. Com isso ou aposentamos ou partimos para conquistar novas ilhas. Às vezes me lembro dos tempos das naus na época do descobrimento. Uma verdadeira missão de empreendorismo em busca de novos mercados para expansão. Independente das ‘técnicas’ usadas na exploração dos territórios a época eles conquistaram o que buscaram.

 

Ao fim desse ano que está entregue com sucesso e felicidade eu decidi que quero mais. Na verdade eu sempre quero mais a cada meta conquistada. Acho que isso que me faz dormir tarde e acordar cedo sem sono e com muita disposição de contribuir e construir algo diferente a cada dia. Chegou o momento de praticar todas as lições aprendidas ao longo desses 15 anos dedicados com paixão à tecnologia ampliando os horizontes com desafios maiores ou não, mas sempre saindo do lugar. Por simples que pareça e não façamos acabamos por cai em algum tipo de acomodação. Nesse ponto eu considero a concorrência vital para deixar você ou sua empresa sempre se movimentando melhorando com frequência a estratégia de atuação.

 

Dentre os meus voos além dos livros de bordo que levo na mochila para melhor aproveitar às duas horas voando acabo lendo folhetos e afins e vi uma matéria na revista TAM nas nuvens com o titulo de “Ano Sabático” e acabou me chamando a atenção para esse tema. É muito comum escutarmos artísticas falando sobre “períodos sabáticos”, mas acaba sendo uma das fases que passam com frequência na vida de profissionais.

O fato é que para fazer acontecer exige muito esforço e dedicação. De tão prazeroso que é o trabalho às vezes o tempo passa e não acompanhamos esse movimento devido ao tamanho envolvimento em nossas atividades do dia a dia. Então quando chegamos forte a praia temos que separar algum tempo para dedicar a avançar estágios e refletir os próximos passos.

 

E como é “chic” ter um momento desses de vez em quando na vida estou me encaixando justamente nesse estágio para pensar e definir os próximos desafios em 2011 onde já planejo concentrar várias ações que envolvendo muitas pessoas que confiam em min e acreditam na realização de seus sonhos.

Para saber mais:
SABÁTICO, O RETIRO DOS LÍDERES
Sabático

[],
Ramon Durães