Licenciamento do Visual Studio 2013

VS_Purp526_cmykUm dos passos de adoção do Visual Studio é a definição de estratégia de licenciamento para cobrir o cenário do projeto. Essa conversa tem que ser feita com a empresa que vai revender o software da Microsoft. Porém no dia a dia poucas pessoas procuram estudar para entender como funciona o Visual Studio e como licenciar o software corretamente o que acaba gerando muitas dúvidas.

A primeira questão é você entender as diferentes versões do Visual Studio (Professional, Premium, Ultimate) e depois entender como funciona a integração com o Team Foundation Server (TFS) que requer uma CAL (Client Access License) para cada usuário em um cenário tradicional, Team Build e Release Management além é claro do Test Professional que são componentes fundamentais para compor uma estratégia de Application Lifecycle Management (ALM).

E para complementar isso tudo nós temos o contrato de atualização para garantir que quando sair uma nova versão você continue com o software atualizado e no caso do Visual Studio esse contrato de Software Assurance chama-se MSDN. Portanto ao contratar o Visual Studio com o contrato de atualização você terá a possibilidade de ter o seu software sempre renovado durante o período da assinatura e algum série de benefícios.

1) Horas de computação no Azure para cada desenvolvedor
2) Possibilidade de licenciar o seu ambiente de testes e desenvolvimento
3) Cada assinatura do MSDN já traz uma CAL de acesso ao TFS e o próprio TFS.

Uma pergunta muito comum é sobre o Visual Studio a ser instalado no servidor de Build para compilar as aplicações. Supondo que você utilize algum recurso do Ultimate será necessário ter o mesmo instalado em cada servidor de build. Porém se você já possui o MSDN essa mesma cópia do desenvolvedor pode ser instalada para o serviço de Build.

Conforme você já deve ter percebido esse assunto de licenciamento rende sempre uma longa conversa principalmente quando você for discutir os tipos de contratos de acordo com o tamanho de cada projeto. Ter o apoio de um especialista no assunto é fundamental para que planeje os investimentos da melhor forma.

E para fechar uma dúvida muito comum é como fazer para versões antigas do Visual Studio ou outras plataformas como Java se conectarem ao TFS? Por padrão cada acesso ao TFS é vinculado a uma CAL de acesso. Basta então você comprar CAL’s adicionais quando o cenário for um usuário que não tem MSDN. A Microsoft também lançou recentemente o pacote MSDN Platforms indicado para usuários de outras plataformas.

Para saber mais:
Visual Studio and MSDN Licensing White Paper

[],

Ramon Durães
Chief Technology Officer (CTO) na 2PC
MVP, Visual Studio ALM
PSM, CSM, PSD

Entre em contato e vamos discutir como aproveitar ao máximo os melhores recursos do Visual Studio, Team Foundation em seu projeto definindo arquitetura, testes e demais recursos de produtividade.