Guia para mover o TFS para o Azure

imageUm dos principais caminhos para estabelecer um plano de contingência e recuperação nos serviços de ALM em caso de desastre é mover o Team Foundation Server (TFS) e serviços de ALM para o Cloud do Azure. Pensando nisso o time de ALM Rangers lançou um guia com os passos importantes para a definição do seu plano de Disaster / Recovery baseado na solução de nuvem.

O conceito de “Cloud ALM” tem crescimento bastante a medida que os serviços de nuvem vão ganhando mais visibilidade. Na prática manter uma estrutura hoje local tem um custo muito alto de operação, depreciação e principalmente no quesito disponibilidade e escalonamento.

Nós na 2PC temos convivido com cenários mistos de projetos focando em Cloud ALM. Um cenário é o cliente que deseja mover toda a sua estrutura para a nuvem garantindo a continuidade do negócio. O outro é cliente que já nasce pensando em nuvem como padrão e já iniciamos a solução dele completamente online no Cloud e uma terceira opção seria o modelo hibrido que já ajuda o cliente a ir usando determinados recursos da nuvem mesmo tendo o seu ambiente local.

Em algum momento o seu projeto de software vai demandar uma maior escala do uso de ALM tanto para atender as equipes internas quanto externas permitindo uma efetiva colaboração no projeto de desenvolvimento de software usando Visual Studio e outras tecnologias.

O grande movimento hoje na indústria de software é mover as aplicações para o modelo de serviço e nada melhor que ter também toda a sua estratégia de ALM seguindo a mesma visão.

Para saber mais:
TFS Planning and Disaster Avoidance and Recovery, and TFS on Azure IaaS Guide

[],

Ramon Durães
Chief Technology Officer (CTO) na 2PC
MVP, Visual Studio ALM
PSM, CSM, PSD

Entre em contato e vamos discutir como aproveitar ao máximo as estratégias de desenvolvimento de software modernas e recursos do Visual Studio, Team Foundation Server para promovermos uma nova visão de serviços em suas aplicações.