0

Migrando para o Visual Studio Online (VSO)

Migrando para o Visual Studio Online (VSO)

O Visual Studio Online ou VSO é a plataforma de ALM/DevOps na nuvem oferecida e gerenciada pela Microsoft. Em um único local você terá um ambiente completo de colaboração para gestão de aplicações. A plataforma é baseada no Team Foundation Server (TFS) e oferece o suporte as mais variadas tecnologias (.NET / Java e outras…) que se integram usando o Team Foundation Version Control (TFVC) ou GIT.

Dos inúmeros recursos presentes no Visual Studio Online (VSO) é fundamental destacar a gestão ágil de aplicações, gestão de código fonte, serviço de build e release. Você tem em um único local uma plataforma completa independe do tamanho do eu projeto. Nós temos usado na 2PC o VSO desde o seu lançamento e isso já faz alguns anos. Desde então temos incentivado nos clientes o uso da plataforma por ser um serviço mantido pela Microsoft onde você pode contratar diretamente ou usando CloudBus.

A grande questão é que muitos clientes estavam questionando sobre como migrar os projetos no TFS local on-premisse para o TFS na nuvem oferecido pelo Visual Studio Online. Para fazer essa migração existe alguns passos.

1) Congelar a versão atual e subir o último código como um novo projeto.

ou

2) Migrar mantendo todo o histórico de alterações.

Para efetuar a migração do histórico do código fonte e Work Item desde que não estejam customizados você pode usar a ferramenta Visual Studio Online Migration Utility (OpsHub) que faz o trabalho de ler o dado em um lado e recriar no outro. É importante lembrar que novos registros serão criados gerando identificadores diferentes.

O processo de migração é sempre um momento de muita discursão principalmente pela manutenção do histórico de alterações, porém em muitos cenários que tenho observado é junto nesse momento que aproveitamos para discutir com o cliente uma modernização das estratégias de Software Configuration Management (SCM).

Ao longo dos últimos 10 anos que venho acompanhando os projetos de ALM no Brasil e hoje DevOps em sua maioria iniciaram utilizando a gestão de código fonte de qualquer jeito apenas fazendo Check-In / Check-Out perdendo código, liberando versões indevidas para os clientes e principalmente subindo arquivos desnecessários tornando o mesmo muito pesado.

Nesse contexto aproveitamos o momento de migrar para higienizar a base atual de código de forma que o processo de migração seja utilizado para termos uma nova estratégia de gerencia de configuração. Já trabalhamos em diversos clientes que o próprio processo de build estava lento em função do tamanho da pasta da aplicação que esteja muito carregada de arquivos desnecessários, duplicados.

Dicas importantes no planejamento da migração para o Visual Studio Online (VSO) para uso em conjunto com a ferramenta de migração

– Certifique-se de remover customizações de Work Itens
– O processo atual não suporta projetos baseados no GIT
– Recriar o Team Project no Visual Studio Online (VSO) com o mesmo nome do projeto local
– Criar os usuários no Visual Studio online previamente para realizar o mapeamento
– O usuário administrador do VSO deve estar no grupo DefaultCollection > Project Collection Service Accounts do Visual Studio Online. Alternativamente você pode criar um grupo local no VSO “Migração” e vincular o seu usuário nele e depois esse grupo no Project Collection Service Accounts

Para saber mais:
Visual Studio Online Migration Utility
Understand TFS migration from on-premises to VSO

[],
Ramon Durães
Chief executive officer (CEO) na 2PC IT Services
MVP, Visual Studio ALM
PSM, CSM, PSD, LKU

Se deseja conversar mais sobre Enterprise Software entre em contato com a  2PC IT Services para realizarmos um estudo de maturidade e construirmos juntos uma estratégia para gestão de aplicações.