0

.NET Core & Microservices

.NET Core & Microservices

A Microsoft implementou uma nova estratégia na plataforma .NET modernizando todo o framework para o desenvolvimento de aplicações nativas para rodar em Windows, Linux, Mac e principalmente dentro de Contêineres como o Docker.

O .NET Core como agora é chamado é a nova geração do .NET Framework e seguirá evoluindo como principal plataforma para o desenvolvedor de software na plataforma Microsoft. Para quem já desenvolve em .NET terá uma pequena curva de adaptação de forma a entender todos os novos conceitos que permite você ter o .NET Core rodando nativamente em sistemas operacionais distintos.

Era um sonho antigo da comunidade .NET e a Microsoft acabou indo além recriando o .NET Core do zero portanto o código de forma 100% Open Source com o objetivo de prover uma grande desacoplamento e remoção de dependências que faz com que você tem o .NET Core executando em qualquer lugar.

O conceito de microservices meio que se mistura com o .NET Core nos sentido de você só usar o que realmente precisa naquele momento tornando o .NET Core simples, leve e muito mais eficiente saindo na frente como plataforma base para qualquer desenvolvedor de software moderno.

Ao projetar um micro serviço de maneira básica precisamos pensar alguns pontos cruciais: Qual o problema ele resolve? Isolamento total deixando o mesmo desacoplado de outras regras e é claro como publicar e escalar o microserviço.

Ao olhar para o nosso ecossistemas nós podemos fazer um mix bem interessante e talvez impossível até de pensar nos últimos 10 anos. Eu posso iniciar criando uma aplicação no Visual Studio pelo Windows, pedir ao amigo em mac para ajudar na codificação e depois de pronto usar o nosso processo de DevOps no VSTS para publicar em uma container ‘Linux’ dentro de um pool de hosts Docker instalado em um servidor Linux gerenciado na Cloud do Azure.

O termo microservices tem estado na pauta de todo o ecossistema de desenvolvimento de software. No mundo real transformar uma aplicação monolítica em serviço requer uma transição para uma nova arquitetura de software de forma desacoplar a inteligência de negócio permitindo o escalamento “360 graus” junto contêineres e serviços de nuvem como o Azure.

Ao olhar para uma estratégia de aplicação para modernização dos seus projetos considere explorar o .NET Core pela capacidade de unificar produtividade, segurança e alta performance nas aplicações unido a toda a produtividade oferecida pelo Visual Studio e pela governança de aplicações com o DevOps na plataforma do VSTS.

O meu objetivo hoje foi mostrar para você que o mercado de aplicações tem se movimentado rapidamente para responder as demandas do negócio. Nós temos tecnologia de ponta para atender as demandas do consumidor moderno “Cliente 5.0” conectando todo o ecossistema de serviços.

A transição para a transformação digital é um separador em qualquer empresa e a área de aplicações (software) está cada dia como mais estratégia. Estou a disposição para conversamos e compartilhar a nossa experiência de sucesso no mercado.

Até a próxima !!!

Ramon Durães
CEO,
2PC
MVP, Visual Studio
PSM, CSM, LKU

Esse artigo é um oferecimento da 2PC. Entre em contato para modernização de aplicações, Devops, Visual Studio e arquitetura de software.