A casa do Scrum

O Scrum tem se tornado cada vez mais conhecido como o principal framework usado no gerenciamento ágil de projetos de software em todo o mundo e principalmente no Brasil. O termo Scrum vem da formação de um time Rugby. O Scrum foi apresentado pela primeira vez publicamente no evento OOPSLA’95 (Object-Oriented Programing, Systems, Languages, And Applications) por Jeff Sutherland em conjunto com Ken Schwaber. Hoje nós temos alguns centros de certificação ambos com a mesma visão e principios.

Scrum Alliance
http://www.scrumalliance.org
Certificações:

CSM (CSM Course),CSPO (CSPO Course), CSD (Certified Scrum Developer),
CSP (Certified Scrum Professional), CST (Certified Scrum Trainer)

Scrum Org
http://www.scrum.org
Certificações:

PSD (Professional Scrum Developer)
PSM (Professional Scrum Master)

O principal ponto que discuto em minhas turmas durante o treinamento de Scrum é justamente a mudança de cultura necessária para tornar possível a adoção. Envolver as pessoas,  motivar e unir todos em prol de gerar valor de negócio para o cliente é o grande objetivo. Ao contrário de um processo tradicional no Scrum todas as pessoas comprometidas no time são importantes para o projeto e cada contribuição gera um valor muito grande, pois só faz crescer a integração entre todo o time.

Com uma reunião diária o time consegue ter uma visão geral de como está evoluindo o seu Sprint e rapidamente podem tomar decisões auxiliares (Gerenciamento de risco) para manter o objetivo do projeto sempre alinhado dia a dia (Mitigação). A sensação de contribuição e está somando no projeto é o principal motivador dos times que ao invés de competirem trabalham juntos formando uma equipe auto organizável.

Em meados de 2001 os principais pensadores da época estiveram reunidos para discutir uma melhor maneira de desenvolver software. Cada um já praticava um pouco de agilidade em seus projetos e com esse encontro surgiu o Agile Manifesto como uma das principais bases das metodologias ágeis que encontramos no mercado. Confira os principais princípios.

Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas
Software em funcionamento mais que documentação abrangente
Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos
Responder a mudanças mais que seguir um plano

Na minha avaliação são poucas palavras que nos dizem muito e sempre que leio provoca uma reflexão para mantermos o foco cada vez mais no que representa valor de negócio do nosso cliente e nas pessoas envolvidas em todo o processo. Portanto é fundamental o investimento constante no seu time de desenvolvimento oferecendo uma infra estrutura confortável não somente de salário e espaço físico mas de satisfação para que todos trabalhem felizes e integrados.

Eu reforço todos os dias a impotância das pessoas em duas frases “São pessoas que entregam projetos” e “Nós somos um time” justamente para quebrar todo esse paradigma que ainda existe no desenvolvimento de software. Desenvolver software é um trabalho puramente intelectual feito por pessoas que precisam pensar e evoluir idéias durante todo o ciclo.

Para saber mais:
Guia do scrum em português
Microsoft Visual Studio Scrum 1.0

[],
Ramon Durães
MVP, Visual Studio ALM
PSD, Professional Scrum Developer
PSM, Professional Scrum Master
Especiaista em desenvolvimento de software